Goldman Sachs projeta 2 cortes de juros pelo Fed em 2024, a partir do 3° tri

(Reuters) - O Goldman Sachs agora projeta dois cortes de juros pelo Federal Reserve no próximo ano, adiantando sua expectativa para a primera redução para o terceiro trimestre, citando o arrefecimento da inflação.

O Goldman Sachs havia previsto anteriormente que o Fed começaria a cortar as taxas em dezembro do ano que vem.

Dois cortes implicariam em uma taxa básica de juros de 4,875% até o final de 2024, em comparação com previsão anterior de 5,13%.

Embora dados de sexta-feira tenham mostrado um mercado de trabalho mais forte do que o esperado nos Estados Unidos, os operadores apostam que o Fed ainda continuará com os cortes de juros no próximo ano em meio à queda dos preços. Eles esperam que o primeiro corte ocorra em março.

"O crescimento saudável e os dados do mercado de trabalho sugerem que os cortes de juros não são iminentes... Mas as melhores notícias sobre a inflação sugerem que os cortes de normalização poderiam ocorrer um pouco antes", disse o economista Jan Hatzius, do Goldman Sachs, em uma nota datada de 10 de dezembro.

Dados de inflação do mês passado mostraram que os preços ao consumidor dos EUA ficaram inalterados em outubro, já que os norte-americanos pagaram menos pela gasolina, e o aumento anual do núcleo da inflação foi o menor em dois anos.

O Goldman Sachs acredita que alguns participantes podem "incluir mais cortes do que antes em resposta às notícias sobre a inflação, mas outros podem se conter para evitar incentivar o mercado a precificar muitos cortes cedo demais"

(Por Reshma Rockie George)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes