Governo da Argentina apresentará medidas econômicas na terça-feira

BUENOS AIRES (Reuters) - O novo governo da Argentina apresentará suas medidas econômicas na terça-feira, disse nesta segunda-feira o porta-voz da Presidência, Manuel Adorni, depois que o libertário radical Javier Milei assumiu o comando do país.

Em seu primeiro discurso, Milei advertiu que não há alternativa a não ser um choque fiscal forte e doloroso para solucionar a pior crise econômica da Argentina em décadas, com a inflação chegando a 200%.

Os anúncios serão feitos pelo ministro da Economia, Luis Caputo, disse Adorni em sua primeira coletiva de imprensa após a posse de Milei no domingo, ecoando o discurso do presidente de que "não há dinheiro".

"A lógica de gastar mais do que se tem acabou, o equilíbrio fiscal será respeitado", disse Adorni. "A Argentina está em um estado de emergência. A inflação é a questão central que preocupa as pessoas."

(Reportagem de Adam Jourdan)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes