B3 descarta entrada em mercado de apostas esportivas

SÃO PAULO (Reuters) - A B3, operadora da bolsa de valores de São Paulo, não planeja ofertas de produtos para o mercado de apostas esportivas, apesar dos altos volumes de negócios que plataformas online da modalidade estão atraindo, afirmou o presidente-executivo da companhia de infraestrutura para o mercado financeiro, Gilson Finkelsztain, nesta terça-feira.

O executivo afirmou durante apresentação a investidores que B3 e o mercado de apostas esportivas são negócios distintos.

"A gente tem se surpreendido com os números dessas plataformas (de apostas)", disse Finkelsztain. "Eles estão mais para 'business' de cassinos do que para infraestrutura de mercados de capitais, são negócios muito diferentes", acrescentou. "Não vemos entrada agora nesse mercado."

Segundo Finkelsztain, o negócio de apostas é mais voltado para "entretenimento e cassino" enquanto a B3 é focada em infraestrutura para mercado de capitais.

O executivo citou que um dos focos da B3 para o próximo ano é o desenvolvimento mais amplo de sua área de dados, com lançamentos de novos produtos e ênfase em segmentos em que a empresa já tem atuado como imobiliário e veículos.

Um dos desenvolvimentos é a entrada em vigor de uma plataforma de registro de recebíveis imobiliários que pode ser usada para embasar financiamentos a incorporadoras, especialmente pequenas e médias.

Além de produtos, a B3 também discute com autoridades a criação de um horário estendido de negociação em 2024, afirmaram executivos da companhia.

(Por Alberto Alerigi Jr.; )

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes