Lula defende país se endividar para gerar crescimento econômico

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender, nesta terça-feira, que o país pode se endividar para fazer investimentos que gerem crescimento econômico.

"Se for necessário esse país fazer endividamento para esse país crescer, qual é o problema? Qual é o problema de você fazer uma dívida para produzir ativos produtivos para esse país?", disse Lula em discurso durante reunião plenária do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável.

"Nós temos o caminho das pedras. Nós temos que decidir agora se nós vamos retirar essas pedras ou não. Ou será que a gente vai chegar à conclusão de que, olha, por um problema da Lei de Responsabilidade Fiscal, por um problema de superávit primário, por um problema de inflação, a gente não pode fazer e vamos todo mundo desanimar e voltar para a nossa vidinha", acrescentou.