Minério de ferro atinge maior alta em 9 meses em Cingapura com esperanças de estímulo na China

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro se recuperaram nesta terça-feira, com o índice de referência de Cingapura atingindo o nível mais alto desde fevereiro, em meio ao ressurgimento das esperanças de mais estímulos por parte dos formuladores de políticas da China, principal mercado consumidor do minério, para uma recuperação econômica.

O minério de ferro mais negociado para maio na Dalian Commodity Exchange (DCE) da China encerrou o dia com alta de 1,52%, a 969,5 iuanes (135,12 dólares) a tonelada, após uma queda de 0,37% no dia anterior.

A referência de minério de ferro para janeiro na Bolsa de Cingapura subiu 0,63%, a 135,85 dólares a tonelada, devolvendo alguns ganhos anteriores depois de atingir uma alta intradiária de 136,35 dólares a tonelada, o maior valor desde fevereiro.

Os líderes da China iniciaram uma reunião a portas fechadas na segunda-feira para discutir metas econômicas e traçar planos de estímulo para 2024, informou a Reuters, citando quatro fontes familiarizadas com o assunto.

Isso ocorreu depois que o índice de preços ao consumidor (CPI) da China em novembro caiu 0,5%, tanto em relação ao ano anterior quanto em comparação com outubro, segundo dados oficiais. Trata-se de uma queda mais acentuada em comparação com uma pesquisa da Reuters de quedas de 0,1% tanto em relação ao ano anterior quanto em relação ao mês anterior.

A expectativa de uma onda de estocagem de inverno entre as usinas com baixos estoques de matéria-prima também está apoiando os preços do principal ingrediente da fabricação de aço.

"O consumo de minério se manterá em um nível relativamente alto, em parte devido à expectativa persistente de estoque de matérias-primas para o inverno", disseram os analistas da Huatai Futures em uma nota.

O aumento das matérias-primas fez com que os índices de referência do aço na Bolsa de Futuros de Xangai subissem de modo geral. O vergalhão subiu 0,55%, a bobina laminada a quente avançou 0,41% e o aço inoxidável ganhou 0,71%.

(Reportagem de Amy Lv e Dominique Patton em Pequim)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes