Produção industrial da zona do euro cai mais do que o esperado em outubro

BRUXELAS (Reuters) - A produção industrial da zona do euro caiu mais do que o esperado em outubro, com a queda mais acentuada em bens de capital, como máquinas, reforçando as indicações de que o bloco monetário está em recessão.

O escritório de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou nesta quarta-feira que a produção industrial nos 20 países que compartilham o euro caiu 0,7% em outubro em relação ao mês anterior, registrando uma queda de 6,6% na comparação com o ano anterior.

Economistas consultados pela Reuters esperavam quedas de 0,3% no mês e de 4,6% na base anual.

A queda mensal foi resultado, principalmente, de um declínio de 1,4% na produção de bens de capital, além de queda de 0,6% nos bens de consumo intermediários e não duráveis, como alimentos e roupas.

A produção de energia aumentou 1,1% e a de bens de consumo duráveis cresceu 0,2%.

A economia da zona do euro sofreu uma contração de 0,1% no terceiro trimestre, e as expectativas são de que ela terá nova queda no final de 2023, confirmando uma recessão. Pesquisas de gerentes de compras apontaram recuo na atividade empresarial em outubro e novembro.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes