Sentimento empresarial alemão piora em dezembro, diz Ifo

Por Maria Martinez

BERLIM (Reuters) - O sentimento das empresas alemãs piorou inesperadamente em dezembro, informou o instituto Ifo nesta segunda-feira, depois que sua mais recente pesquisa também mostrou um declínio tanto nas expectativas quanto nas condições atuais.

O instituto Ifo disse que seu índice de clima empresarial ficou em 86,4, contra 87,8 previstos pelos analistas em uma pesquisa da Reuters, após uma leitura revisada de 87,2 em novembro.

"À medida que o ano se aproxima do fim, a economia alemã continua fraca", disse o presidente do Ifo, Clemens Fuest.

Na semana passada, o instituto Ifo reduziu suas previsões para a economia alemã em 2024 para um crescimento de 0,9%, em vez de 1,4%.

"Os problemas fiscais do último mês deixaram claramente sua marca na economia alemã, com o indicador principal mais proeminente do país mostrando como será difícil para a economia se recuperar", disse Carsten Brzeski, chefe global de macro do ING.

O governo alemão teve que cortar gastos para cobrir uma lacuna de 17 bilhões de euros (US$ 18,32 bilhões) em seu orçamento para 2024, depois que uma decisão do tribunal constitucional sobre fundos de emergência para a pandemia não utilizados abriu um buraco de 60 bilhões de euros em suas finanças.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes