Setor de petróleo lidera alta em Wall Street

Por Sruthi Shankar e Johann M Cherian

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos subiam nesta segunda-feira, com as ações de petróleo na liderança depois que ataques no Mar Vermelho elevaram os preços do petróleo, enquanto as ações da U.S. Steel disparavam após um acordo de compra de 14,9 bilhões de dólares.

Os principais índices de Wall Street estão a caminho de encerrar 2023 em alta, já que os sinais de desaceleração da inflação impulsionaram as expectativas de que o banco central dos EUA em breve afrouxará sua política monetária.

O Dow Jones atingiu um recorde histórico pela quarta sessão consecutiva, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq estão sendo negociados perto de seus níveis mais altos do ano.

A Chevron subia 1,5% e Exxon Mobil tinha alta de 2,0%, uma vez que os preços do petróleo avançavam mais de 3,5% depois que ataques dos Houthis a navios no Mar Vermelho aumentaram as preocupações com interrupções no fornecimento de petróleo.

O subíndice de energia do S&P 500 subia 1,9%, liderando os ganhos entre os 11 principais setores do S&P.

Outro destaque era a United States Steel, que subia 26,0%, atingindo um pico de mais de 12 anos, depois que a japonesa Nippon Steel disse que comprará a siderúrgica em um acordo de 14,9 bilhões de dólares, incluindo dívidas.

Os investidores se concentrarão nos dados econômicos esta semana, incluindo o índice PCE - o indicador de inflação preferido do Fed -, pedidos semanais de auxílio-desemprego, início de construção de moradias e a leitura final do PIB do terceiro trimestre.

Às 12:37 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,07%, a 37.329,46 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,36%, a 4.735,96 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,4%, a 14.872,88 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes