Início de construções de moradias para uma família nos EUA aumenta em novembro

WASHINGTON (Reuters) - A construção de moradias para uma família nos Estados Unidos aumentou em novembro e pode ganhar ainda mais impulso, já que a queda nas taxas de hipoteca provavelmente atrairá compradores em potencial de volta ao mercado imobiliário.

O início de construções de moradias unifamiliares, que representa a maior parte da construção de casas, aumentou 18,0% no mês passado, atingindo uma taxa anual ajustada sazonalmente de 1,143 milhão de unidades, informou o Departamento de Comércio nesta terça-feira.

Os dados de outubro foram revisados ligeiramente para baixo, mostrando que o início de construções subiu para uma taxa de 969.000 unidades, em vez das 970.000 informadas anteriormente.

As licenças para futuras construções de residências unifamiliares aumentaram 0,7%, atingindo um ritmo de 976.000 unidades no mês passado.

A taxa da popular hipoteca fixa de 30 anos ficou em média em 6,95% na semana passada, o nível mais baixo desde agosto, ante 7,03% na semana anterior, de acordo com dados da agência de financiamento hipotecário Freddie Mac.

Esse valor caiu de 7,79%, pico em 23 anos registrado no final de outubro, acompanhando a queda nos rendimentos dos Treasuries.

O Federal Reserve manteve a taxa de juros na semana passada e sinalizou, em novas projeções econômicas, que o aperto histórico da política monetária ao longo dos últimos dois anos está no fim e que os custos dos empréstimos serão reduzidos em 2024.

O início de projetos habitacionais com cinco unidades ou mais aumentou 8,9%, atingindo uma taxa de 404.000 unidades em novembro. No entanto, a atividade está se moderando à medida que as construtoras trabalham com um grande estoque de prédios de apartamentos em construção.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes