FedEx despenca na bolsa após resultado abaixo do esperado e corte de previsão

(Reuters) - As ações da FedEx caíram cerca de 10% nas negociações antes do pregão desta quarta-feira, um dia depois que a empresa de entrega de encomendas não atingiu as expectativas de lucro trimestral e reduziu previsão de receita para o ano fiscal.

As condições macroeconômicas voláteis e a menor demanda do Serviço Postal dos EUA, que vem transferindo mais pacotes de serviços aéreos para serviços terrestres mais econômicos, causaram dificuldades para o maior negócio da empresa, a Express. Como resultado, a receita operacional da unidade Express caiu 60% durante o trimestre.

"Embora a FedEx mantenha um forte compromisso de serviço com o USPS, eles estão perdendo dinheiro com o negócio. Esperamos que eles abandonem o negócio no próximo ano, quando o contrato expirar", disse Helane Becker, analista da TD Cowen.

No entanto, a FedEx está atualmente negociando a renovação do contrato com o Serviço Postal com o objetivo de melhorar a lucratividade do negócio, disse a empresa em uma teleconferência de resultados.

O lucro ajustado da gigante global de encomendas no trimestre encerrado em 30 de novembro aumentou 23%, para 1,01 bilhão de dólares, ou 3,99 dólares por ação. Mas o resultado ficou 19 centavos de dólar por ação abaixo da estimativa média dos analistas, de acordo com dados da LSEG.

A empresa também prevê um declínio percentual baixo de um dígito em sua receita anual em relação ao ano passado, em comparação com previsão anterior de resultados praticamente estáveis.

"Acreditamos que o interesse de novos investidores no grupo de encomendas permanecerá silencioso, especialmente se a recente fraqueza do volume persistir e reacender as preocupações com a concorrência de preços", disse Brian Ossenbeck, analista do JP Morgan.

"Esperamos que a FedEx devolva a maior parte dos ganhos (em ações) que obteve neste mês", disse Ossenbeck. Até o fechamento de terça-feira, as ações da FedEx haviam subido 6% em dezembro.

As ações da FedEx são negociadas a cerca de 14 vezes a estimativa de lucro futuro, abaixo do múltiplo de 16,7 da rival UPS.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes