Wall St fecha com forte alta, com chips impulsionando Nasdaq

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores norte-americanas fecharam em alta nesta quinta-feira, recuperando grande parte das perdas da véspera, conforme dados econômicos alimentaram o otimismo de que o Federal Reserve flexibilizará a política monetária dos Estados Unidos.

Os três principais índices acionários registraram ganhos com a alta do setor de microprocessadores, liderada pela Micron Technology, após a empresa divulgar uma previsão trimestral melhor do que o esperado pelo mercado, colocando a Nasdaq na liderança dos ganhos da sessão.

Os dados desta quinta-feira mostraram que o crescimento econômico dos EUA no terceiro trimestre não foi tão robusto quanto originalmente anunciado e que estão surgindo fissuras no apertado mercado de trabalho, algo que o Fed considera um obstáculo para o arrefecimento da inflação.

"O fato do número do PIB do terceiro trimestre não ter sido revisado para cima e, na verdade, ter sido reduzido, está dando aos investidores o conforto de que o caminho que o Fed está trilhando, que eles enunciaram na semana passada, não vai mudar tão cedo", disse Peter Tuz, presidente do Chase Investment Counsel em Charlottesville, Virgínia.

O índice Dow Jones Industrial Average subiu 0,87%, para 37.404,35 pontos, o S&P 500 teve valorização de 1,03%, para 4.746,75 e o Nasdaq Composite avançou 1,26%, para 14.963,87 pontos.

Todos os 11 principais setores do S&P 500 terminaram em território positivo, e as ações relacionadas a consumo tiveram os maiores ganhos percentuais.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes