Braskem vê como "possível" chance de perda em ação de R$1,5 bi da CBTU

SÃO PAULO (Reuters) - A petroquímica Braskem afirmou nesta terça-feira que considera como "possível" a chance de perder um processo aberto pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e avaliado em 1,46 bilhão de reais relacionado a danos causados pelo afundamento do solo de Maceió.

A Braskem afirmou que o processo aberto em fevereiro de 2021 pela CBTU está suspenso até janeiro de 2024 em meio a um acordo entre as partes para se buscar uma "solução consensual".

No processo de 2021, segundo a Braskem, que respondeu a questionamentos da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a CBTU cobra da Braskem pagamento de indenização por danos materiais e morais de cerca de 222,5 milhões de reais, bem como a construção de uma nova linha férrea para substituir trecho sob área de risco.