Haddad entrará em férias na 1ª quinzena de janeiro, após anunciar medidas fiscais

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, entrará em período de férias em janeiro, entre os dias 2 e 12, conforme despacho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira.

Antes de iniciar o descanso, o ministro prometeu anunciar novas medidas ainda nesta semana. O plano incluirá uma alternativa à desoneração da folha de pagamentos das empresas e um programa de depreciação acelerada, que permitirá a dedução de investimentos em máquinas e equipamentos da base de cálculo de tributos, em um prazo mais curto que o usual.

A ideia do Ministério da Fazenda é apresentar concomitantemente iniciativas para compensar o custo dessas medidas e gerar efeito nulo sobre o Orçamento do próximo ano.