Ações europeias caem pressionadas pelos setores de energia e financeiro 

Por Shashwat Chauhan e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - As ações europeias fecharam com uma queda leve nesta quinta-feira, com o enfraquecimento dos papéis do setor bancário e das principais empresas de petróleo, embora os mercados parecessem preparados para um final de ano forte, devido às expectativas de que os bancos centrais poderiam cortar os custos dos empréstimos no próximo ano.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,11%, a 478,08 pontos.

As ações de energia de maior peso caíram 0,6%, acompanhando os preços mais baixos do petróleo bruto, enquanto os bancos recuaram 0,5%.

Susannah Streeter, chefe de mercados da Hargreaves Lansdown, disse que a Maersk, da Dinamarca, programou a retomada das passagens de navios-tanque pelo Canal de Suez e pelo Mar Vermelho, o que ajudou a dissipar preocupações imediatas com o fornecimento de petróleo bruto.

As tensões geopolíticas permanecem elevadas, uma vez que líderes do Oriente Médio alertaram que o conflito na região poderia se ampliar, e a fronteira de Israel com o Líbano é um ponto preocupante, após os ataques do Hezbollah, acrescentou Streeter.

Reduzindo as perdas, o setor de saúde atingiu brevemente o maior nível em dez semanas e avançou 0,6%, com a Novo Nordisk em alta de 0,9%, depois de cair nas duas sessões anteriores.

O índice de referência europeu está se aproximando de um avanço de 13% este ano, com os setores de tecnologia e varejo entre os de melhor desempenho.

Os mercados globais têm se recuperado desde meados de dezembro, quando o Federal Reserve dos EUA sugeriu cortes na taxa de juros no próximo ano. Entretanto, o Banco Central Europeu (BCE) tem uma perspectiva diferente.

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times teve variação negativa de 0,03%, a 7.722,74 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,24%, a 16.701,55 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,48%, a 7.535,16 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,30%, a 30.331,17 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,35%, a 10.086,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,37%, a 6.400,57 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes