S&P 500 fecha quase estável e pouco abaixo de recorde

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 fechou nominalmente em alta nesta quinta-feira, refazendo ganhos iniciais pouco antes do fechamento no penúltimo dia de negociação de 2023.

O índice de referência concluiu a sessão de volume reduzido apenas 0,3% abaixo de seu recorde de fechamento, alcançado em 3 de janeiro de 2022.

O índice Dow Jones, índice em que blue-chips têm forte peso, terminou modestamente no território positivo, enquanto o índice de tecnologia Nasdaq fechou com queda leve. Os três índices permaneceram encaminhados para ganhos mensais, trimestrais e anuais.

"Esta é uma das melhores altas de fim de ano que já vimos, e grande parte dessa alta ocorreu antes da mudança de abordagem do Federal Reserve, em meados de dezembro", disse Ryan Detrick, estrategista-chefe de mercado do Carson Group.

Dados divulgados mais cedo, incluindo os pedidos de auxílio desemprego e as vendas pendentes de moradia, pintaram um quadro de uma economia mais suave, mas resistente.

Este cenário ajudou a cimentar as apostas de que o Fed poderá reduzir a sua taxa de juros mais cedo do que o esperado e poderá conseguir um pouso suave, evitando uma recessão.

Os mercados financeiros precificavam uma probabilidade de 74,1% de que as autoridades de política monetária reduzam a taxa básica do Fed em 0,25 ponto percentual em março, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

O Dow Jones subiu 0,14%, para 37.710,1 pontos. O S&P 500 teve variação positiva de 0,04%, para 4.783,35 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq teve variação negativa de 0,03%, para 15.095,14 pontos.

Continua após a publicidade

Entre os 11 principais setores do S&P 500, o de serviços públicos teve o maior ganho percentual. As ações do setor de energia foram as que mais recuaram, pressionadas pela queda dos preços do petróleo.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes