Diesel recua 0,53% nos postos do Brasil na semana após cortes da Petrobras, diz ValeCard

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O preço do diesel S-10, o mais consumido no Brasil, nos postos de combustíveis do país caiu 0,53% no período de 22 a 28 de dezembro em comparação com a semana anterior, a 6,171 reais por litro, apontou nesta sexta-feira pesquisa da ValeCard, empresa especializada em soluções de mobilidade.

O recuo ocorre após a Petrobras ter reduzido na quarta-feira em 7,9% o seu preço médio de venda de diesel para as distribuidoras, passando para uma média de 3,48 reais por litro. O corte foi o segundo do mês. Em 7 de dezembro, a empresa havia anunciado redução de 6,7% para o combustível.

"A expectativa é que o preço continue caindo, conforme os últimos anúncios da Petrobras nesta semana", disse em nota Brendon Rodrigues, head de inovação e portfólio na ValeCard.

"A queda já era observada desde o início do mês, quando a empresa reduziu o preço do diesel para as distribuidoras em 0,27 reais por litro, passando a valer 3,78 reais o litro", acrescentou.

O repasse de ajustes da Petrobras nas refinarias aos consumidores finais nos postos não é imediato e depende de uma série de questões, como impostos, margens de distribuição e revenda e adição de biocombustíveis.

GASOLINA E ETANOL

O preço médio da gasolina nos postos de combustíveis, por sua vez, caiu 0,52% no período de 22 a 28 de dezembro ante a semana anterior (15 a 21 de dezembro), a 5,780 reais por litro, segundo o levantamento da ValeCard, com base em transações realizadas em mais de 25 mil estabelecimentos credenciados em todos os Estados do Brasil.

Para Rodrigues, o preço da gasolina está em estabilidade, já que desde outubro a Petrobras não realiza ajustes em seus valores de venda nas refinarias. "A tendência é que apresente pequenas variações nos próximos dias", adicionou.

Continua após a publicidade

Já o preço médio do etanol hidratado, concorrente direto da gasolina nas bombas, caiu 1,49% no mesmo período, a 3,562 reais por litro.

"O etanol continua em queda devido à ótima safra 2022/2023 de cana-de-açúcar, que tem apresentado crescimento relevante de matéria-prima. Desde o início de novembro o preço desse combustível caiu 3,79%", disse Rodrigues.

Segundo cálculos da ValeCard, na quarta semana de dezembro era melhor abastecer com etanol nas seguintes unidades federativas: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora