Futuros de Wall Street têm leve alta, apostas em corte de taxas impulsionam fortes ganhos em 2023

(Reuters) - Os futuros dos índices de ações dos EUA subiam em negociações esvaziadas no último pregão de um turbulento 2023, com o índice de referência S&P 500 e o Dow oscilando em torno de recordes de alta em meio a expectativas crescentes de que o Federal Reserve cortará as taxas de juros no início do próximo ano.

Às 9:11 (de Brasília), o futuro do Dow Jones subia 0,05%, a 38.048,00 pontos, enquanto o contrato futuro do S&P 500 ganhava 0,07%, a 4.835,75 pontos. O futuro do Nasdaq 100 avançava 0,16%, a 17.117,00 pontos.

O Dow atingiu seu pico histórico na quinta-feira, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq também se aproximaram de seus recordes para o ano. O índice de referência S&P ficou a um passo de seu recorde intradiário de 4 de janeiro de 2022.

Os três principais índices também buscavam seu nono ganho semanal consecutivo, bem como avanços mensais e trimestrais.

Eles caminham para altas de dois dígitos em 2023, com o Nasdaq fadado a registrar seu maior salto anual desde 2003, recuperando-se acentuadamente de uma queda no ano passado.

Com os aumentos agressivos das taxas do Fed esfriando o mercado de trabalho dos EUA e pressionando a economia, os investidores ampliam suas apostas de cortes nas taxas rumo a 2024.

De acordo com a ferramenta FedWatch da CME, a probabilidade de um corte de juros de 25 pontos-base pelo Fed em março é de 70,1%.

O ano de 2023 foi marcado por aumentos agressivos das taxas do Fed -- que foram finalmente interrompidos em setembro --, pela crise bancária dos EUA em março, por um boom de ações de inteligência artificial, pela guerra entre Israel e Hamas, por preocupações econômicas que acabaram reforçando as apostas de flexibilização da política monetária, entre outros.

O setor de tecnologia da informação deverá emergir como o maior ganhador setorial em 2023, com alta de 56,8%, beneficiando-se de uma exuberância de IA e de um aumento nas ações de megacapitalização, enquanto o setor defensivo de serviços públicos foi o mais atingido, com uma queda de 10,1%.

Continua após a publicidade

Nvidia e Meta Platforms foram os maiores ganhadores anuais no S&P 500.

Os investidores estão se preparando para a temporada de férias, com os mercados fechados na segunda-feira, 1º de janeiro, por conta do Dia de Ano Novo.

(Reportagem de Ankika Biswas em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora