Aeris amplia contrato com Vestas para até 2028 e prevê incremento de R$7,6 bi na receita

SÃO PAULO (Reuters) - A Aeris anunciou nesta segunda-feira a extensão de seu contrato de fornecimento de pás eólicas com a Vestas para até o final de 2028, conforme fato relevante ao mercado, podendo gerar receitas adicionais de até 7,6 bilhões de reais ao longo do contrato.

O aditivo prevê um aumento no potencial de ordens de fornecimento de pás eólicas de múltiplos modelos, afirmou a companhia, em capacidade equivalente a 8,8 gigawatts -- já considerando a repactuação de volumes contratada para este ano.

"Se materializado, (o aditivo) poderá resultar em aumento líquido de receitas de até 7,6 bilhões de reais até o fim do prazo do contrato de fornecimento", afirmou a empresa.

A parceria entre as duas empresas iniciou-se em 2015 e já entregou mais de 8,5 gigawatts de potência em pás eólicas, tanto para o mercado doméstico quanto para exportação, de acordo com a Aeris.

(Reportagem de Patricia Vilas Boas)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes