Stellantis usa nuvem da Amazon para reduzir desenvolvimento de software para carros para um dia

Por Nick Carey

LONDRES (Reuters) - A Stellantis disse nesta terça-feira que, usando o poder de computação da Amazon e a tecnologia BlackBerry, desenvolveu um "cockpit virtual" para criar e testar novas versões de controles e sistemas de automóveis em um dia, em vez de meses.

A Stellantis afirmou que agora pode criar "versões virtuais realistas de controles e sistemas de automóveis, fazendo com que se comportem exatamente como em um carro real, mas sem a necessidade de alterar o software principal que os executa", reduzindo o tempo de desenvolvimento de meses "para 24 horas em alguns casos".

A terceira maior montadora do mundo em vendas e a Amazon anunciaram uma parceria em 2022 para que a Stellantis usasse o Amazon Web Services para desenvolver produtos baseados em software para seus carros e fornecer atualizações regulares por via aérea.

"Com nosso cockpit virtual, estamos revolucionando não apenas nossa abordagem, mas também a de nossos fornecedores e parceiros no setor", disse o diretor de software da Stellantis, Yves Bonnefont, em um comunicado. "Conseguimos nos aproximar das necessidades de nossos clientes por meio dessa tecnologia com ciclos de desenvolvimento mais rápidos."

As montadoras tradicionais estão sob pressão para acelerar os ciclos de desenvolvimento de veículos dos novos fabricantes chineses de veículos elétricos, que são capazes de produzir novos modelos em uma fração do tempo.

Os fabricantes chineses de veículos elétricos também estão na vanguarda da produção de software e infoentretenimento para veículos, transformando seus carros em smartphones sobre rodas.

Usando ferramentas desenvolvidas pela BlackBerry, a Stellantis disse que a plataforma virtual "oferece pouca ou nenhuma diferença entre executar" sistemas "na nuvem versus em hardware real".

Anteriormente focada em hardware e dispositivos, a empresa canadense de tecnologia BlackBerry agora se concentra em software empresarial e segurança cibernética.

Continua após a publicidade

A Stellantis disse que também pode acelerar o feedback do cliente sobre uma determinada marca e veículo, e "fazer alterações em tempo real para otimizar a experiência do motorista".

(Reportagem de Nick Carey)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes