Desemprego global deve ter leve alta em 2024, diz órgão da ONU

GENEBRA (Reuters) - A taxa de desemprego global deverá subir para 5,2% este ano, principalmente devido ao aumento no número de pessoas sem emprego nas economias avançadas, informou a Organização Internacional do Trabalho (OIT) na quarta-feira.

O relatório Cenário Mundial de Emprego e Social 2024 da OIT prevê que o número de pessoas desempregadas aumentará em 2 milhões, elevando a taxa de desemprego global de 5,1% em 2023 para 5,2%.

"Estamos projetando uma queda modesta no desempenho dos mercados de trabalho, em parte porque o crescimento está desacelerando em todo o mundo", disse Richard Samans, diretor do departamento de pesquisa da OIT.

A OIT, uma agência das Nações Unidas, afirmou que, após um breve impulso à medida que os países se recuperavam da pandemia, o crescimento agregado da produtividade do trabalho retornou rapidamente ao baixo ritmo observado na década anterior.

"Durante os períodos de crescimento lento da produtividade, a renda real disponível e os salários reais são frequentemente vulneráveis a choques repentinos de preços", disse o relatório da OIT.

O relatório afirma que, nos próximos dois anos, há previsão de pouco ganho de emprego entre os países de renda média a alta, mas que os ganhos de emprego nos países de renda baixa e média-baixa permanecerão robustos.

"A situação é particularmente preocupante nos países de alta renda, onde se espera que o crescimento do emprego se torne negativo em 2024 e apenas melhorias modestas são previstas em 2025", disse a OIT.

(Reportagem de Gabrielle Tétrault-Farber)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes