Teto de juros do consignado para beneficiário do INSS cai para 1,76% ao mês

BRASÍLIA (Reuters) - O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou nesta quinta-feira uma redução do teto dos juros cobrados em operações de crédito consignado para beneficiários do INSS, informou o Ministério da Previdência Social.

O teto para operações com desconto em folha caiu de 1,80% para 1,76% ao mês, enquanto o limite nas operações de cartão de crédito e cartão consignado de benefício passou de 2,67% para 2,61% ao mês.

De acordo com o ministério, os novos tetos, aprovados de maneira unânime pelo conselho, começarão a valer oito dias úteis depois da publicação da resolução do CNPS no Diário Oficial da União.

A última redução desse limite de juro fora feita em dezembro, quando o governo argumentou que a decisão acompanhava cortes da Selic realizados pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Atualmente, a Selic está em 11,75% ao ano e o BC antevê novos cortes de 0,50 ponto percentual na taxa.

(Por Bernardo Caram)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes