Rio Tinto eleva em 3% embarques de minério de ferro em 2023

(Reuters) - A Rio Tinto informou nesta segunda-feira que exportou 331,8 milhões de toneladas de minério de ferro em 2023, um aumento de 3% ante o ano anterior, à medida que se apoia em maior eficiência e maior produção de sua mina Gudai-Darri, na Austrália Ocidental.

O volume ficou dentro do intervalo previsto pela Rio Tinto para o ano, de entre 320 milhões e 335 milhões de toneladas, e ficou em linha com as previsões dos analistas. O RBC previa 332 milhões de toneladas métricas, enquanto o Macquarie esperava 333 milhões.

A maior mineradora de minério de ferro do mundo tem produzido mais do seu produto SP10 enquanto se prepara para abrir cinco novas minas que ajudarão a aumentar a sua produção para recordes de 345 milhões a 360 milhões de toneladas no médio prazo. O produto SP10 é minério de ferro de qualidade inferior à sua principal mistura Pilbara.

O relatório de produção da Rio Tinto foi publicado no momento em que os preços do minério de ferro se recuperam diante de expectativas de aumento da demanda por parte do principal consumidor, a China, na sequência das suas recentes medidas de estímulo econômico.

A companhia reafirmou ainda sua previsão de embarques de minério de ferro para o ano fiscal de 2024, que é de 323 milhões a 338 milhões de toneladas.

No quarto trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2023, a mineradora embarcou 86,3 milhões de toneladas de minério de ferro de suas operações em Pilbara, em comparação com 87,3 milhões no mesmo período do ano anterior.

(Reportagem de Rishav Chatterjee e Poonam Behura em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes