Fed precisa de mais dados sobre a inflação antes de qualquer corte nos juros, diz Goolsbee

(Reuters) - O Federal Reserve precisará começar a reduzir a taxa de juros se a inflação continuar a progredir bem, voltando para a meta de 2% do banco central, mas é preciso ter em mãos mais semanas de dados antes de tomar qualquer decisão, disse o presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, nesta sexta-feira.

"Se continuarmos a fazer um progresso surpreendente, mais rápido do que o previsto em relação à inflação, teremos que levar isso em conta para determinar o nível de restrição", disse Goolsbee em entrevista à emissora CNBC. "Mas não queremos nos comprometer antes que o trabalho esteja concluído".

Ele acrescentou que o Fed precisa de evidências claras de que a inflação está no caminho certo para retornar à meta antes de alterar sua taxa básica de juros.