Petrobras confirma renúncia de Efrain da Cruz ao conselho

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras confirmou nesta segunda-feira que Efrain da Cruz renunciou ao cargo de conselheiro de administração da petroleira, dias depois de deixar o cargo de secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia.

A companhia acrescentou em comunicado ao mercado que o governo indicou o advogado Renato Galuppo para substituí-lo.

A informação confirma matéria da Reuters publicada na véspera.

A indicação de Galuppo, segundo a Petrobras, será analisada pelos demais membros do conselho de administração.

A companhia disse ainda que Galuppo já é membro do Comitê de Segurança, Meio Ambiente e Saúde do Conselho de Administração da Petrobras e teve seu relatório de integridade recentemente emitido e analisado pelo Comitê de Pessoas, "sem qualquer impedimento para assunção de cargo de administração na companhia".

Sua indicação ao conselho de administração será submetida aos procedimentos de governança aplicáveis, disse a Petrobras.

(Por Marta Nogueira)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes