JPMorgan muda diretoria enquanto Wall Street se concentra em sucessão de Dimon

Por Saeed Azhar e Lananh Nguyen

NOVA YORK (Reuters) - O JPMorgan Chase trocou os executivos de suas unidades de banco de investimento e de banco de varejo na quinta-feira enquanto Wall Street se concentra nos planos de sucessão do presidente-executivo, Jamie Dimon.

O maior banco dos Estados Unidos nomeou Marianne Lake como a única presidente-executiva da divisão de pessoa física, que anteriormente era dirigida por Lake e Jennifer Piepszak.

Piepszak se tornará co-presidente do banco comercial e de investimentos ao lado de Troy Rohrbaugh, que anteriormente liderava os serviços de negociação e títulos.

"A expansão da função de Jennifer Piepszak no banco comercial e no banco de investimentos lhe dá uma vantagem no planejamento da sucessão", disse Stephen Biggar, analista bancário da Argus Research. A última mudança lhe dá uma experiência mais ampla depois que ela co-dirigiu o banco de varejo, disse ele.

A sucessão está em foco em Wall Street. O novo presidente-executivo do Morgan Stanley, Ted Pick, assumiu o cargo no início do ano, substituindo James Gorman, que dirigiu o banco por 14 anos. Peter Orszag assumiu as rédeas do Lazard em outubro. Além disso, outros bancos fizeram um rodízio de executivos entre as divisões para proporcionar-lhes uma experiência mais completa.

"As mudanças na gerência sênior e os novos alinhamentos anunciados hoje ajudarão a empresa a atender ainda melhor os clientes, bem como a desenvolver ainda mais os líderes mais seniores da empresa", disse o JPMorgan em comunicado.

Os planos de sucessão de Dimon têm sido objeto de especulação há muito tempo. Em maio, o executivo sinalizou que poderia sair em três anos e meio. Durante seus 18 anos no comando do JPMorgan, vários executivos que eram vistos como sucessores em potencial deixaram o banco para dirigirem outras empresas já que Dimon ficou mais tempo do que o esperado.

Piepszak está no banco há quase três décadas e foi sua diretora financeira de 2019 a 2021. A executiva ocupou cargos de liderança em unidades importantes, atuando como presidente-executiva das divisões de serviços de cartão e banco de negócios depois de passar 17 anos subindo na hierarquia do banco de investimentos.

Continua após a publicidade

Lake é uma veterana de duas décadas na empresa, tendo sido sua diretora financeira de 2013 a 2019. Ela assume a responsabilidade exclusiva pela divisão de consumo, que responde pela maior parte da receita do JPMorgan, gerando 18 bilhões de dólares no quarto trimestre.

O JPMorgan também anunciou uma série de outras mudanças na liderança. Viswas Raghavan se tornará o único chefe do banco de investimento global, enquanto seu co-chefe Jim Casey assumirá uma nova função não especificada no JPMorgan, que será anunciada em breve.

Jason Sippel e Pranav Thakur se tornarão codiretores de trading. Marc Badrichani, codiretor de mercados e serviços de títulos, deixará o banco.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes