Resultados de LVMH e Remy Cointreau impulsionam ações europeias a máximas em 2 anos

Por Shristi Achar A e Shashwat Chauhan

(Reuters) - As ações europeias subiam mais de 1% nesta sexta-feira, impulsionadas por resultados trimestrais otimistas do grupo de luxo LVMH e da fabricante de bebidas destiladas Remy Cointreau, enquanto investidores avaliavam as perspectivas de corte nas taxas de juros após a última decisão do Banco Central Europeu.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 1,12%, a 483,89 pontos, atingindo seu nível mais alto em dois anos e registrando um avanço semanal de 3,1%.

A LVMH saltou 12,8% depois que o maior grupo de luxo do mundo registrou um aumento de 10% nas vendas do quarto trimestre, impulsionado pela demanda resistente, inclusive de compradores chineses.

Um índice que compila as dez principais ações europeias de luxo ganhou 6,7%, enquanto os investidores acrescentaram cerca de 70 bilhões de dólares ao valor de mercado das principais ações de luxo nesta sexta-feira.

A Remy Cointreau avançou 15,2% depois que a fabricante francesa de bebidas alcoólicas registrou um declínio ligeiramente menor do que o esperado nas vendas do terceiro trimestre.

Uma série de lucros sólidos de empresas europeias nesta semana e uma leve inclinação branda nos comentários do BCE ajudaram o índice de referência a registrar seu melhor desempenho semanal em 12 semanas.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,40%, a 7.635,09 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,32%, a 16.961,39 pontos.

Continua após a publicidade

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,28%, a 7.634,14 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,73%, a 30.379,33 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,20%, a 9.936,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,30%, a 6.275,73 pontos.

(Por Shristi Achar A)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes