Ações de Xangai caem de novo; mas perdas são limitadas por suporte do governo

XANGAI (Reuters) - As ações de Xangai voltaram a cair nesta segunda-feira após a grande liquidação da semana passada, mas as perdas foram limitadas por outro conjunto de promessas dos órgãos reguladores para estabilizar o mercado e por sinais de que os investidores estatais estão comprando ações de pequena capitalização em queda.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com ganho de 0,65% depois de ter chegado a cair 2,1%, enquanto o índice de Xangai caiu 1,02%, na sexta sessão consecutiva de queda. O índice Hang Seng, de Hong Kong, teve queda de 0,15%.

Na semana passada, o índice de referência de Xangai registrou sua pior semana desde outubro de 2018, levando muitos investidores chineses a expressar sua frustração e irritação por meio das mídias sociais, incluindo uma conta de blog da Embaixada dos Estados Unidos em Pequim.

Em um aparente esforço para acalmar o mercado, o órgão regulador de valores mobiliários da China prometeu, no fim de semana, evitar flutuações anormais do mercado e reprimir as vendas a descoberto "maliciosas". Nesta segunda-feira, o órgão de fiscalização disse que tomará medidas enérgicas para evitar riscos de chamadas de margem.

"A equipe nacional deve intensificar os esforços para resgatar o mercado", disse Yang Delong, economista-chefe do First Seafront Fund Management. "O mercado chegou a um momento crítico."

Investidores apoiados pelo Estado - apelidados de "equipe nacional" - intensificaram a compra de fundos de blue-chips para apoiar o mercado nas últimas semanas e, na segunda-feira, houve sinais de que as empresas estatais estavam comprando ações de pequena capitalização, que caíram recentemente.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,54%, a 36.354 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,15%, a 15.510 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,02%, a 2.702 pontos.

Continua após a publicidade

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,65%, a 3.200 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,92%, a 2.591 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,20%, a 18.096 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,43%, a 3.134 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,95%, a 7.625 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes