Minério de ferro cai com aumento de estoques e preocupações no setor imobiliário da China

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian caíram nesta segunda-feira, em meio à cautela persistente devido ao aumento dos estoques nos portos e à preocupação com o setor imobiliário na China, principal mercado consumidor do minério.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China encerrou as negociações do dia com queda de 0,63%, a 943 iuanes (131,02 dólares) por tonelada.

Já na Bolsa de Cingaputa, o índice de referência do minério teve ligeira recuperação com o aumento das compras. O contrato de março do minério de ferro em Cingapura subiu 0,33%, a 126,70 dólares por tonelada.

Sinais mistos do mercado obscureceram as perspectivas da demanda.

Os vários esforços de estímulo econômico de Pequim e uma expectativa de aumento da demanda após o feriado do Ano Novo Lunar podem dar suporte aos preços, mas o pessimismo persistente em meio às dificuldades dos mercados imobiliário e acionário na segunda maior economia do mundo limitou os ganhos de preços.

A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China disse em um comunicado no domingo que intensificaria a implementação de medidas de estabilização do mercado, a mais recente promessa após uma onda de medidas para apoiar o setor imobiliário e restaurar a confiança do mercado.

O aumento dos estoques pesou sobre o sentimento. O estoque de minério de ferro em 35 portos monitorados pelo Shanghai Metals Market (SMM) totalizou 126,26 milhões de toneladas na semana de 2 de fevereiro, um aumento de 1,32% em relação à semana anterior, em razão de maior quantidade de chegadas.

A maioria das usinas siderúrgicas chinesas demonstrou pouco interesse em fazer compras nos mercados spot, "tendo realizado a maior parte de seus negócios de reabastecimento nas semanas anteriores", disse Atilla Widnell, diretor administrativo da Navigate Commodities.

Normalmente, as siderúrgicas estocam matérias-primas nas semanas que antecedem um feriado de uma semana na China para atender às necessidades de produção durante o período.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Cassandra Yap e Amy Lv)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes