Ações da China se recuperam com força em meio a novas discussões sobre medidas de suporte

XANGAI (Reuters) - O mercado acionário chinês registrou nesta terça-feira o maior ganho diário em dois anos e o iuan subiu devido a uma série de sinais de que as autoridades estão fortalecendo sua determinação em apoiar os mercados.

O índice de Xangai saltou 3,23%, seu maior ganho diário desde março de 2022. O volume de negócios foi o maior desde maio do ano passado.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com alta de 3,48%, maior avanço em um dia desde novembro de 2022.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 4,04%, registrando o maior ganho em seis meses.

A recuperação ocorre depois que os principais índices do país afundaram para mínimas de cinco anos nas últimas sessões, devido à fraqueza da economia e à falta de medidas vigorosas de estímulo, como as implementadas durante crises passadas.

A maior parte do aumento ocorreu quando os investidores retornaram do intervalo do meio-dia, depois de digerirem uma série de notícias.

A Bloomberg News informou que o presidente Xi Jinping discutirá as dificuldades do mercado acionário com os órgãos reguladores financeiros. Os órgãos reguladores também anunciaram novas restrições às vendas a descoberto e os investidores estatais disseram que estavam expandindo seus planos de compra de ações.

"Ainda está longe de ser convincente, mas você para de entrar em pânico quando as autoridades começam a entrar em pânico", disse Nick Ferres, diretor de investimentos da Vantage Point Asset Management.

A compra líquida por estrangeiros, no valor de 12,6 bilhões de iuanes (1,75 bilhão de dólares), marcou a maior corrida de um dia no ano até agora.

Continua após a publicidade

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,53%, a 36.160 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 4,04%, a 16.136 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 3,23%, a 2.789 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 3,48%, a 3.311 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,58%, a 2.576 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX não teve operações.

Continua após a publicidade

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,27%, a 3.125 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,58%, a 7.581 pontos.

(Reportagem da redação de Xangai, reportagem adicional de Rae Wee e Tom Westbrook em Cingapura)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes