Produção industrial da Alemanha cai mais do que o esperado em dezembro

Por Maria Martinez

(Reuters) - A produção industrial da Alemanha caiu mais do que o esperado em dezembro, informou o escritório federal de estatísticas nesta quarta-feira, marcando o sétimo declínio mensal consecutivo e destacando a fraqueza na espinha dorsal da maior economia da Europa.

A produção industrial teve queda de 1,6% em dezembro em comparação com o mês anterior. Analistas consultados pela Reuters haviam previsto um recuo de 0,4%.

A sétima queda mensal consecutiva na produção industrial alemã confirma que o setor continua a ser um entrave significativo para o crescimento, disse Franziska Palmas, economista sênior da Capital Economics para a Europa.

"Os altos custos de energia e a fraqueza da demanda interna e externa farão com que a produção industrial alemã diminua ainda mais em 2024", disse Palmas.

Nos setores com uso intensivo de energia, a produção caiu 5,8% em dezembro em relação ao mês anterior, informou o escritório.

Houve quedas particularmente fortes no importante setor químico, com a produção caindo 7,6% no mês; e na construção, com um declínio de 3,4%. A produção também caiu em muitos outros setores, embora de forma menos acentuada, informou o departamento de estatísticas.

Entretanto, o aumento de 4,0% na produção do setor automotivo teve um efeito positivo sobre o resultado geral.

"A queda acentuada nas exportações e importações, bem como na produção industrial de hoje, não apenas ilustra a fraqueza da espinha dorsal da economia alemã, mas também aumenta o risco de uma revisão para baixo do crescimento do PIB do quarto trimestre", disse Carsten Brzeski, chefe global de macro do ING.

Continua após a publicidade

O Produto Interno Bruto contraiu 0,3% no quarto trimestre em comparação com o trimestre anterior, levando os economistas a alertar sobre outra recessão.

(Reportagem de Maria Martinez em Berlim e Tristan Veyet em Gdansk)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes