Minério de ferro sobe em Dalian com esperança de demanda no setor imobiliário

(Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China subiram nesta quinta-feira para uma máxima de quase uma semana, estimulados pela esperança de melhor demanda do mercado imobiliário já que a China sinalizou algum apoio ao setor em dificuldades.

O minério de ferro mais negociado para maio na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) fechou em alta de 2,4%, a 963,50 iuanes (133,90 dólares) por tonelada. No início da sessão, atingiu 967,50 iuanes, o maior valor desde 2 de fevereiro.

O contrato mais ativo do minério de ferro para março, na Bolsa de Cingapura subiu 2,4%, para 128 dólares por tonelada.

A China pretende aumentar o financiamento para projetos residenciais nos próximos dias, como parte de suas medidas de apoio ao setor. A construção civil é responsável pela maior parte da demanda de aço e minério de ferro.

Entretanto, a relutância dos bancos em conceder empréstimos ao setor atingido pela crise continuará sendo um grande obstáculo para as incorporadoras em dificuldades que mais precisam de novos financiamentos.

"Uma queda nos estoques de minério de ferro nas principais usinas siderúrgicas chinesas, que atingiram o nível mais baixo em mais de dois anos, também alimentou o otimismo de que uma fase de reabastecimento poderia impulsionar os preços após o fim do feriado do Ano Novo Lunar, que dura uma semana", disseram os analistas do ANZ em uma nota.

Os preços de referência do aço na Bolsa de Futuros de Xangai (SHFE) tiveram comportamentos mistos nesta quinta-feira.

A bolsa de Dalian e a SHFE estarão fechadas para um feriado nacional na China de 9 a 16 de fevereiro.

(Reportagem de Mai Nguyen em Hanói)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes