Presidente do Fed de Dallas não vê urgência para cortes da taxa de juros

HURST, TEXAS (Reuters) - A presidente do Federal Reserve de Dallas, Lorie Logan, disse nesta sexta-feira que não tem pressa em cortar a taxa de juros e que, embora tenha existido um "tremendo progresso" na redução da inflação, ela quer mais dados para confirmar sua tendência de queda.

"Acho que podemos tomar um tempo aqui para continuar a analisar os dados", disse ela na Tarrant Transportation Summit em Hurst, Texas, destacando que o mercado de trabalho ainda está forte.

Ela disse apoiar a decisão do Fed de manter a taxa básica na faixa de 5,25% a 5,5% no mês passado e que "realmente não vejo nenhuma urgência em fazer quaisquer ajustes adicionais neste momento", acrescentando que deseja "aumentar nossa confiança se o progresso que vimos na inflação será sustentado".