S&P 500 ultrapassa marca de 5.000 pontos após revisão de dados de inflação

Por Sruthi Shankar e Johann M Cherian

(Reuters) - O índice de referência S&P 500 foi acima da marca de 5.000 pontos nesta sexta-feira e atingiu nova máxima recorde, depois que os dados apontaram para revisões mínimas nos números da inflação do ano passado, ajudando nas expectativas de que o Federal Reserve cortará a taxa de juros este ano.

Uma série de balanços corporativos positivos e o otimismo em relação à inteligência artificial levaram o S&P 500 e o Dow a níveis recordes este ano. O Nasdaq está a cerca de 2,3% de seu pico.

Os preços mensais ao consumidor dos EUA subiram menos do que o inicialmente estimado em dezembro, mostraram dados revisados do governo nesta sexta-feira.

O índice de preços ao consumidor aumentou 0,2% em dezembro, em vez de 0,3% conforme relatado no mês passado, de acordo com as revisões anuais dos dados publicados pelo Departamento do Trabalho. No entanto, os dados de novembro foram revisados para cima, mostrando que o índice subiu 0,2%, em vez de 0,1%, conforme estimado anteriormente.

"Eu diria que as revisões de hoje são muito mais modestas do que as do ano passado", disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercado da B Riley Wealth. "Há muito menos preocupação geral no mercado em relação aos dados reais, agora que sabemos como são os números revisados."

Limitando os ganhos, o rendimento dos Treasuries de 10 anos reverteu sua queda anterior e subiu para 4,18%.

Dados econômicos sólidos e comentários "hawkish" de autoridades do Fed nas últimas semanas afastaram as apostas dos investidores de que o banco central dos EUA começará a cortar a taxa de juros em março.

Os investidores agora estão aguardando os dados de preços ao consumidor de janeiro, que serão divulgados na próxima semana, para ter uma ideia mais clara de para onde os juros estão indo este ano.

Continua após a publicidade

Às 12:40 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,15%, a 38.668,82 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,22%, a 5.008,84 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,63%, a 15.893,85 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes