Usiminas tem lucro de R$975 mi no 4º tri

SÃO PAULO (Reuters) -O grupo siderúrgico Usiminas teve lucro líquido de 975 milhões de reais no quarto trimestre, revertendo resultados negativos dos três meses imediatamente anteriores e de um ano antes, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira.

O resultado foi apoiado em parte por "maior recuperabilidade de prejuízos fiscais no valor de 495 milhões de reais", segundo o balanço.

A companhia afirmou que espera ter no primeiro trimestre volume de vendas de aço e receita líquida por tonelada estável em relação aos últimos três meses de 2023 e uma redução nos custos da divisão de produção de aço, principalmente ao longo do primeiro semestre.

A produtora de aços planos teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 625 milhões de reais no quarto trimestre de 2023, 8% acima do desempenho de um ano antes.

A receita líquida somou 6,78 bilhões de reais ante expectativa média de analistas de 6,3 bilhões, segundo dados da LSEG.

A Usiminas apurou vendas de aço 1 milhão de toneladas no quarto trimestre, 5% acima do volume de um ano antes e 3% mais que no terceiro trimestre de 2023. As vendas de minério de ferro somaram 2,38 milhões de toneladas, queda de 1% na comparação anual e estável na relação trimestral.

As vendas de minério de ferro em 2023 bateram recorde para a empresa de 9 milhões de toneladas, 5% mais que em 2022. Mas a Usiminas afirmou no balanço que as vendas de minério este ano devem ser menores, com impacto maior no primeiro trimestre por causa da sazonalidade do período chuvoso no Sudeste, onde estão concentradas as operações da companhia. Paralisação temporária de uma de suas instalações de tratamento de minérios também deve pressionar o desempenho da unidade, afirmou a empresa.

A Usiminas terminou 2023 com uma relação dívida líquida sobre Ebitda ajustado de -0,05 vez ante 0,21 vez no terceiro trimestre. O caixa da empresa somava ao final do ano passado 6 bilhões de reais, 18% acima do montante de um ano antes.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes