Conteúdo publicado há 1 mês

Casas Bahia assina termos e condições para alongamento de dívidas de R$1,5 bi

A Casas Bahia informou nesta quinta-feira que assinou com instituições financeiras os termos e as condições para o reperfilamento de dívidas que somam 1,5 bilhão de reais, conforme fato relevante ao mercado.

As dívidas alongadas, que originalmente deveriam ser pagas entre 2024 e 2025, terão um novo prazo de vencimento de 3 anos.

Durante os primeiros 18 meses desse novo período de 36 meses, não haverá amortização do principal, o que significa que a empresa terá um período de carência.

Os pagamentos serão trimestrais, de 5% após o período de carência, com exceção do 36º mês, cujo pagamento corresponderá a 70%.

De acordo com a varejista, o custo dessas operações será o do Certificado de Depósito Interbancário (CDI) mais 4% ao ano.

"A conclusão do reperfilamento de dívidas está sujeita à negociação dos documentos definitivos e aprovações finais por parte dos respectivos credores", entre outras condições, acrescentou a Casas Bahia.

Deixe seu comentário

Só para assinantes