Consulta pública sobre privatização da Sabesp recebe cerca de 1.000 contribuições

SÃO PAULO (Reuters) - O governo do Estado de São Paulo afirmou nesta quarta-feira que a consulta pública sobre a privatização da Sabesp, maior empresa de saneamento básico do Brasil, recebeu 976 contribuições, segundo comunicado à imprensa.

O comunicado foi divulgado um dia depois que o projeto que permite a desestatização da companhia foi apresentado na Câmara Municipal de São Paulo pela prefeitura, uma etapa importante do processo de privatização já que a capital paulista representa 45% das receitas da Sabesp, segundo analistas do Itaú BBA.

Segundo o governo estadual, "as contribuições serão consolidadas e analisadas. As sugestões que trouxerem melhorias relevantes para que a desestatização alcance seus objetivos serão integradas à minuta final dos documentos". O governo não deu exemplos, no comunicado, das sugestões que poderão ser incorporadas.