Conteúdo publicado há 28 dias

Mercado vê inflação mais baixa e crescimento mais forte em 2024, de acordo com Focus

Economistas consultados pelo Banco Central reduziram nesta terça-feira suas projeções para a inflação ao final deste ano e do próximo, ao mesmo tempo que elevaram o prognóstico para o crescimento econômico em 2024.

A pesquisa semanal Focus, que capta a percepção do mercado para indicadores econômicos, mostra agora expectativa de que o IPCA suba 3,75% neste ano, contra projeção anterior de inflação de 3,79%. Para 2025, a conta caiu a 3,51%, ante inflação de 3,52% estimada antes.

O centro da meta oficial para a inflação em 2024, 2025 e 2026 é de 3,00%, sempre com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

As revisões de inflação deste Focus vêm depois que o BC optou na semana passada por adotar postura mais conservadora em seu comunicado de política monetária ao antever corte de meio ponto percentual da taxa Selic apenas na próxima reunião.

A ata da última reunião do colegiado mostrou nesta terça-feira que alguns componentes do Comitê de Política Monetária (Copom) avaliam que pode ser necessária uma redução no ritmo de cortes dos juros caso as incertezas se mantenham elevadas à frente.

A perspectiva do Focus para a taxa Selic segue em 9,00% para o fim de 2024 e 8,50% ao fim de 2025, sem alterações ante a semana anterior.

Em relação à atividade, a projeção mediana dos economistas consultados pelo BC passou a ser de crescimento de 1,85% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, contra avanço de 1,80% previsto antes. Para 2025, foi mantida a expectativa de expansão de 2,00%.

Deixe seu comentário

Só para assinantes