Yellen diz que intervenção cambial deve ser rara, e não uma ferramenta "rotineira"

STRESA, ITÁLIA (Reuters) - A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse nesta quinta-feira que as intervenções cambiais não devem ser uma ferramenta "rotineira" para lidar com desequilíbrios e devem ser usadas apenas raramente e de forma bem comunicada.

"Acreditamos que a intervenção deve ser rara. Quando ocorrer, deve ser comunicada com antecedência e, se ocorrer, deve ser, em grande parte, em resposta à volatilidade nos mercados de câmbio", disse Yellen em uma coletiva de imprensa antes da reunião dos ministros das Finanças do G7 no norte da Itália.

(Reportagem de David Lawder)