Wall Street busca direção após dados de inflação elevarem ações de pequena capitalização

Por Lisa Pauline Mattackal e Ankika Biswas

(Reuters) - Os principais índices acionários de Wall Street buscavam direção nesta quinta-feira, com os investidores dando preferência às ações de pequena capitalização sensíveis à taxa de juros depois que uma leitura de inflação mais fraca do que o esperado reforçou as expectativas de afrouxamento da política monetária em setembro.

Um relatório do Departamento do Trabalho mostrou que os preços ao consumidor dos Estados Unidos caíram inesperadamente e que o aumento anual foi o menor em um ano, reforçando a visão de que a tendência de desinflação está de volta.

Os dados são um sinal bem-vindo para as autoridades do Federal Reserve, que buscam evidências de que a inflação está de volta à sua meta de 2%, levando os investidores a aumentar as apostas em um corte nos juros em setembro.

O Russell 2000 subia 2,1%, atingindo a máxima em um mês, devido às expectativas de que os cortes nos juros melhorarão as condições das empresas de pequena e média capitalização.

"Há uma percepção de que estamos prestes a ter um trimestre de balanços muito mais fortes e, se tivermos uma leitura forte do PIB em algumas semanas, o Fed provavelmente sinalizará em julho que manterá o curso. Preços ao consumidor acima de 3% ainda está bem acima de sua meta", disse Scott Helfstein, chefe de estratégia de investimentos da Global X.

As apostas de um corte em setembro aumentaram para 88%, de uma chance de 70% antes da divulgação dos dados.

Enquanto isso, as ações de megacapitalização, incluindo Apple, Microsoft, Alphabet e Nvidia, caíam entre 0,5% e 0,7%.

O Dow Jones caía 0,02%, a 39.711,89 pontos. O S&P 500 tinha ganho de 0,04%, a 5.636,27 pontos, enquanto o Nasdaq Composite recuava 0,04%, a 18.639,74 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes