Bolsas

Câmbio

Bovespa sobe 3,67% com expectativa sobre China e cena política

O Ibovespa fechou em alta de 3,67% aos 50.293 pontos. A alta das ações das companhias siderúrgicas ajudaram no desempenho da Bovespa do dia. As empresas são beneficiadas com a perspectiva de que a economia da China, o maior consumidor de metais do mundo, pode ingressar em um processo de retomada de crescimento.

Entre as ações com as maiores altas ficaram Rumo Logística (20,37%), Usiminas PNA (14,28%), Banco do Brasil ON (11,52%), Gerdau Metalurgia PN (11,31%) e Gerdau PN (11,09%).

As maiores baixas foram Fibria ON (-6,54%), Klabin Unit (-5,71%), JBS ON (-5,68%), Marfrig ON (-3,16%) e Suzano Papel e Celulose PNA (-2,74%).

Hoje, a China informou que as reservas internacionais aumentaram no mês pela primeira vez desde outubro, uma vez que a diminuição das especulações sobre a alta das taxas de juros dos Estados Unidos aliviou as pressões sobre o yuan, liberando o banco central de reduzir a intervenção.

As reservas cresceram em US$ 10,2 bilhões, somando US$ 3,21 trilhões no fim de março, conforme dados divulgados pelo Banco Popular da China. As reservas em moeda estrangeira da China - as maiores do mundo - tinham encolhido em US$ 320 bilhões ao longo de quatro meses até fevereiro.

Na semana que vem, serão divulgados dados de inflação, produção industrial, vendas no varejo e PIB, na China.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos