Bolsas

Câmbio

Demanda e oferta aérea de passageiros no Brasil recuam em janeiro

A aviação brasileira registrou em janeiro deste ano uma queda de 1,38% na demanda doméstica medida em passageiros-quilômetros transportados (RPK, na sigla em Inglês), na comparação com igual mês de 2016. Já a oferta, apurada em assentos-quilômetros disponíveis (ASK), recuou 2,17% no mesmo intervalo comparativo, informou na manhã desta terça-feira a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear) ? associação representa Gol, Latam, Azul e Avianca.


A taxa de ocupação no mercado doméstico em janeiro foi de 84,36%, 1,17 ponto percentual a mais que o apurado um ano antes.


Em número de pessoas embarcadas, as empresas brasileiras de aviação transportaram em janeiro 8,578 milhões, 2,17% menos que em igual mês de 2016.


Participação de companhias


A Gol encerrou janeiro como a maior empresa aérea na aviação doméstica, detendo 38,8% da demanda medida em passageiros-quilômetros transportados. No ano anterior, a companhia tinha 38,7% de fatia de mercado.


A Latam Brasil teve a participação reduzida de 34,4% a 31,2% nesse período de comparação.


A Azul encerrou janeiro com 18,10% de fatia em demanda ? ante 17,2% um ano antes. E a Avianca ficou com uma parcela no mercado local de 11,8% (ante 9,8% antes).


No transporte internacional, a demanda atendida pelas aéreas brasileiras apresentou incremento de 5,4%. A oferta teve variação positiva de 1,94%, enquanto a taxa de aproveitamento melhorou em 2,3 pontos percentuais, para 87,7%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos