Bolsas

Câmbio

Expectativa de corte da Selic faz juros futuros fecharem em queda

Os juros futuros fecharam em queda na BM&F nesta quarta-feira, com os investidores se posicionando para a decisão sobre a taxa Selic pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que será divulgada hoje após o fechamento do mercado. Apesar da alta maior que a esperada do IPCA-15 de fevereiro, o cenário de recuperação mais lenta que a esperada da atividade e das projeções de inflação abaixo da meta para 2017 sustentaram a expectativa de continuidade do ritmo de corte de juros.


O IPCA-15 subiu 0,54% em fevereiro ante 0,31% de janeiro.Apesar da surpresa com o dado, o economista-chefe da Icatu Vanguarda, Rodrigo Alves Melo, afirma que a abertura dos números mostra uma tendência de desaceleração da inflação de serviços, com a média móvel trimestral dessazonalizada de serviços ficando em 3,2% e o índice de difusão recuando de 60,8% em janeiro para 57,5% neste mês. "A inflação ainda está em um patamar tranquilo e não muda a perspectiva para o Copom", diz Melo.


Para o Itaú Unibanco, o IPCA-15 de fevereiro pode ter vindo acima da expectativa da casa (+0,52%) e do mercado, mas a inflação dos serviços "surpreendeu" para baixo. Em 12 meses até fevereiro, o subíndice de serviços desacelerou a alta para 6,1%, ante 6,4% em janeiro.


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou hoje que o IPCA-15 ficou acima da expectativa, mas a tendência continua sendo de convergência da inflação para a meta, de 4,5%.


O DI para janeiro de 2018 caiu de 10,485% para 10,465%, enquanto o DI para janeiro de 2019 recuou de 9,99% para 9,98%. E o DI para janeiro de 2021 cedeu de 10,21% para 10,18%.


A Icatu espera um corte de 0,75 ponto da Selic hoje, com a taxa a 9,25% ao fim do ano. Para Melo, o risco hoje é de uma queda maior, com o BC podendo estender o ciclo de corte de juros. A autoridade monetária, no entanto, pode não sinalizar essa intenção no comunicado desta decisão. "O BC pode manter a mensagem de continuação desse ritmo e o quanto esse ciclo vai ser estender vai depender dos dados de inflação", diz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos