Bolsas

Câmbio

Lewandowski autoriza inquérito contra Padilha por crime ambiental


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou nesta quarta-feira a abertura de inquérito contra o atual ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, por crime ambiental - empresa que tem Padilha como sócio é suspeita de construir um canal de drenagem em uma área de preservação permanente na cidade gaúcha de Palmares do Sul.


O pedido havia sido feito em fevereiro pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Para o procurador, houve "intervenção irregular" da empresa Girassol Reflorestamento e Imobiliária em área proibida.


O caso corria na 7ª Vara Federal de Porto Alegre, mas subiu ao Supremo quando Padilha se tornou ministro do presidente Michel Temer e obteve direito a foro privilegiado. Se considerado culpado, Padilha está sujeito a pena de um a três anos de prisão, além de multa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos