Bolsas

Câmbio

Para Fitch, crise quanto a teto de dívida dos EUA é improvável em 2017

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a agência de classificação de risco de crédito Fitch avalia ser improvável que os EUA passem por uma nova crise decorrente da discussão política sobre a elevação do teto da dívida federal.


Para a Fitch, o Congresso dos EUA, sob o domínio republicano em ambas as casas, votará a questão em tempo hábil. A discussão será iniciada amanhã, a tempo de que novo teto seja estabelecido. O teto para o endividamento federal foi suspenso em novembro de 2015. Atualmente, o estoque da dívida federal está pouco abaixo de US$ 20 trilhões.


Em 15 de outubro de 2013, em meio à impasse sobre a elevação do teto e ameaça de "fechamento" de atividades do governo, a Fitch chegou a colocar em observação negativa o rating "AAA" dos EUA, ante o risco de default ou de atrasos de pagamentos a funcionários e fornecedores.


Na ocasião, a elevação do teto acabou sendo aprovada de última hora, no dia 16, véspera do prazo-limite. Dois anos antes, em 2011, a falta de entendimento entre democratas e republicanos sobre o teto da dívida também causou tensão e expectativa entre agentes políticos e econômicos, mas a questão acabou sendo resolvida a tempo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos