Bolsas

Câmbio

BB é estatal que mais ganha no governo Temer e única a subir em 2017

O Banco do Brasil, que figura hoje entre as maiores altas do Ibovespa, é também a empresa controlada pelo governo federal que mais se valorizou no mercado financeiro com a recente mudança de governo no país, segundo dados do Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor.


Hoje, o presidente Michel Temer comentou, em pronunciamento durante congresso de investidores, que os papéis dessas empresas têm avançado com as mudanças na política econômica.


A ação do Banco do Brasil negociada na bolsa de valores de São Paulo subiu 45,4% desde 30 de agosto, véspera da votação do impeachment de Dilma Rousseff, que deu a Michel Temer o comando da nação.


Nesse mesmo período, a Petrobras ganhou 10,4%. Somente a Eletrobras perdeu nesse período: o papel preferencial da companhia recuou 24,8%.


Em 2017, com a expectativa de implementação de reformas estruturais, o Banco do Brasil sobe 21,6%. A perspectiva positiva para o desempenho da instituição levou os estrategistas do UBS a rever a recomendação para ações do BB de venda para neutra, com preço-alvo de R$ 34, ante R$ 23 anteriormente definido. Essa informação deu fôlego adicional ao papel na sessão de hoje.


Na contramão, Petrobras acumula queda de 2,9% em 2017, em parte por causa da queda do preço do petróleo no mercado internacional. Já Eletrobras, que vem lidando com dúvidas sobre sua capacidade de vender ativos com o objetivo de reduzir sua alavancagem, perde 16,8%

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos