Vendas reais de supermercados caem 1,40% no 1º trimestre, aponta Abras

Os supermercados do país registraram queda real de 1,40% nas vendas no primeiro trimestre deste ano, em relação a igual período do ano passado. O dado, que desconta a variação da inflação no período, foi divulgado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).


Apenas no mês de março, a redução real de vendas foi de 3,87% sobre igual mês de 2016.


Em valores nominais, as vendas do setor apresentaram alta de 4,75% em relação ao mês anterior e, quando comparadas a março de 2016, alta de 0,56%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 3,45%.


Em comunicado, o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, afirmou que o desempenho sofreu impacto de um fator sazonal relacionado à Páscoa ? que no ano passado foi comemorada em março e neste ano, em abril.


"Neste ano, as vendas da data se concentraram em abril, o que impulsionou o resultado negativo. Embora o país ainda esteja passando por um momento econômico difícil, com elevação da taxa de desemprego, o que reflete nas vendas, acreditamos em uma recuperação nos próximos meses, e mantemos nossa previsão de 1,30% de crescimento para o ano", afirmou Sanzovo, na nota.


Em valores nominais, as vendas do setor supermercadista tiveram leve aumento de 0,56% em março, na comparação com o mesmo mês de 2016. No primeiro trimestre, a alta nominal é de 3,45%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos