Bolsas

Câmbio

Decisão sobre saída do governo cabe à executiva do PSDB, diz Doria

O prefeito de São Paulo, João Doria, afirmou hoje que cabe à executiva do PSDB a decisão de o partido continuar ou não na base de apoio do governo do presidente da República, Michel Temer. "O que tenho dito é que essa é uma avaliação constante. Minha defesa é do Brasil, da governabilidade, que o país não fique desgovernado e, com isso, o sofrimento da população desempregada piore ainda mais. É preciso ter bom senso e equilíbrio", disse.


Trata-se, segundo Doria, de uma avaliação que precisa ser compartilhada e que não cabe ao prefeito de São Paulo ou a outro representante do Poder Executivo.


Questionado se o resultado do levantamento Datafolha que apontou que a popularidade de Temer é a menor já registrada por um presidente da República desde 1989 pode afetar a decisão do partido, Doria disse que "não é por pesquisa que se toma uma decisão de ordem política", embora tenha de ser avaliada. "O que defendo é serenidade e equilíbrio, não decisões precipitadas e posturas que possam gerar arrependimento", disse.


Em relação às críticas feitas à sua gestão pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Doria disse que isso não muda em nada a relação entre os dois e afirmou ter respeito e admiração por ele. "Trocamos mensagens e combinamos de fazer um passeio, no início de julho, pela cidade", afirmou.


Doria disse ainda que vai apresentar, na segunda-feira, Dia Mundial do Combate aos Entorpecentes, a avaliação do primeiro mês após as ações realizadas na Cracolândia, para retirada de usuários de drogas do local. As ações foram muito criticadas pelo uso da violência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos