Bolsas

Câmbio

Governo pensa em cobrar por quilômetro rodado em licitação de rodovias

O governo estuda a possibilidade de os editais das novas concessões federais de rodovias introduzirem o chamado "free-flow", mecanismo de arrecadação por quilômetro percorrido sem cancela física, que substitui as praças de pedágio por um sistema de uso de radiofrequência e vídeo para registrar a passagem dos veículos.


"Vamos ver se com o tempo conseguimos migrar para esse sistema", disse o diretor do Departamento de Concessões da Secretaria de Fomento e Parcerias do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Fábio Luiz Lima de Freitas. Uma possibilidade, disse Freitas, seria dar uma compensação para as concessões que aderirem ao "free-flow".


O mecanismo, muito utilizado em países desenvolvidos, é defendido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), que reclama de problemas como inadimplência no modelo atual.


O mecanismo do "free-flow" foi adotado nas duas últimas concessões de rodovias do governo do Estado de São Paulo: a dos Calçados (Itaporanga-Franca) e a do Centro-Oeste Paulista (Florínea-Igarapava).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos