Bolsas

Câmbio

S&P rebaixa rating da Venezuela, com perspectiva negativa

A agência de classificação de risco de crédito S&P rebaixou nesta terça-feira o rating de emissor de longo prazo em moeda estrangeira e local da Venezuela para "CCC-" de "CCC", com perspectiva negativa.


A agência mencionou como argumentos para a ação o enfraquecimento das instituições, a elevação do descontentamento popular e sinais de crescentes divisões dentro do governo chavista. Esse cenário, continua a S&P, diminui a capacidade de a Venezuela aliviar a pressão econômica e resolver os problemas sociais.


Segundo a classificadora, a liquidez externa continua a se deteriorar e, com as incertezas em relação ao acesso a recursos no exterior, aumentam os riscos para a Venezuela de conseguir pagar o serviço de sua dívida.


A perspectiva negativa do rating de emissor de longo prazo reflete o risco de "default", afirma a S&P, em um cenário que inclui a deterioração do valor da moeda nos próximos seis meses e ausência de sinais de melhora nas circunstâncias atuais.


A agência também cita como fator para o corte o contexto de inflação muito elevada, a manipulação da taxa de câmbio e o controle "draconiano" das importações e exportações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos