Bolsas de Nova York fecham sem direção única, com riscos geopolíticos

A sexta-feira ofereceu muitos motivos para os investidores se manterem ligados no modo cautela. A começar de um novo teste de míssil balístico intercontinental pela Coreia do Norte, que inspirou a busca por ativos de proteção. Nos Estados Unidos, o tiroteio verbal entre o novo diretor de comunicação da Casa Branca e o chefe de gabinete do presidente Donald Trump, além da rejeição da nova proposta para revogar o "Obamacare" mantiveram a chama da crise política acesa.


Após ajustes, o Dow Jones fechou em alta de 0,15%, a 21.830,31 pontos e marcou novo recorde de fechamento. O S&P 500 recuou 0,13%, para 2.472,10 pontos. O Nasdaq cedeu 0,12% a 6.374,67 pontos.


A semana refletiu o comportamento dos dois últimos pregões. Dow Jones terminou com alta de 1,16%. Mas S&P 500 e Nasdaq acumularam perdas no período, de 0,02% e 0,20%.


Os mercados acionários americanos terminaram sem direção única nesta sexta-feira, pressionados por uma série de balanços fracos. O destaque negativo recaiu sobre a Amazon, que recuaram 2,48%. A varejista on-line reportou uma queda 77% no lucro líquido do segundo trimestre. Os números abaixo do esperado puxaram para baixo tanto o setor de tecnologia quanto os de consumo.


As ações de Starbucks, Goodyear e Mattel também pressionaram os ganhos dos referenciais, depois da divulgação de balanços trimestrais decepcionantes. As ações da Starbucks perderam 9,24%, as da Goodyear caíram 8,37% e as da Mattel, 7,82%.


Os papéis de companhias de software, hardware e internet recuaram no conjunto 0,14% no S&P 500. Os grupos de consumo básico e consumo discricionário, porém, amargaram quedas de 0,88% e 0,68%, nas duas maiores perdas do índice.


As tensões políticas e geopolíticas dominaram os noticiários hoje. Um dos fatos mais relevantes foi o novo teste de míssil de alcance intercontinental (ICBM, na sigla em inglês) pela Coreia do Norte. Segundo autoridades dos EUA e da Coreia do Sul, o novo aparato "é muito mais moderno que o lançado em 4 de julho".


O ICBM caiu dentro do mar territorial do Japão e demonstrou maior alcance do que o foguete anterior. O acirramento da tensão na Ásia impulsionou a busca por ativos mais seguros em tempos de turbulência, como a renda fixa soberana de economias avançadas e o ouro.


Nos EUA, o risco geopolítico se somou ao cenário turbulento da política nacional. Ontem os conflitos internos da equipe da própria administração republicana eclodiram após as declarações do novo diretor de comunicações da Casa Branca, Anthony Scaramucci, que acusou o chefe de gabinete de Trump de vazar informações contrárias ao governo.


Nesta sexta-feira, a rejeição no Senado da tentativa mais recente dos republicanos de revogar o sistema de saúde americano aprovado no governo Obama, chamado de Obamacare, alimentou as dúvidas de investidores e analistas sobre a capacidade de a administração Trump aprovar outros itens da sua agenda econômica, como a reforma tributária.


Por 51 votos contrários e 49 a favor, o Senado rejeitou uma nova versão do projeto de revogação do Obamacare, na madrugada de quinta-feira. A derrota leva o governo do presidente Donald Trump a fechar o seu primeiro semestre sem aprovar nenhum projeto de lei significativo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos